Editoras deixam de vender 10% dos títulos porque eles estão esgotados

fonte: PublishNews – Roberta Campassi

Dado é observado mensalmente nas compras feitas por bibliotecas e órgãos públicos, segundo a distribuidora Empório Vértice

De 10% a 12% de todos os títulos que as bibliotecas (públicas e privadas) e órgãos públicos compram por mês não chegam a ser entregues pelas editoras porque estão esgotados. O dado é da Empório Vértice, distribuidora especializada nas vendas para esses segmentos, que faz parte do grupo Book Partners. A empresa participa de licitações governamentais e atende instituições de ensino superior – entre elas a Estácio, maior rede de faculdades do país, com exclusividade. Para Eduardo Cunha, sócio da companhia, a solução para que todas as compras fossem atendidas é a impressão sob demanda. “Não se justifica fazer uma tiragem comercial para todos os títulos, mas alguns poderiam continuar ativos no catálogo e serem impressos apenas quando houvesse compra – ainda que por um preço unitário mais alto”, afirma, “Infelizmente, a impressão sob demanda ainda não é uma realidade no Brasil.”

Deixe um comentário


  • *